Rio Grande do Sul tem calor recorde de 41,2 graus

O calor de 41,2 graus, neste domingo em Campo Bom, na Região do Vale Sinos, a 60 km de Porto Alegre, foi o maior dos últimos 20 anos no Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre, a temperatura atingiu os 37,2 graus até às 17h30min, quando uma chuva forte baixou a temperatura para 28 graus. O temporal foi seguido de granizo, que atingiu os bairros Santa Tereza e Menino Deus. No bairro Santo Antônio houve a queda de árvores e postes, que provocaram a falta de energia elétrica por duas horas.O fenômeno, típico da estação, foi provocado pelo encontro das altas temperaturas aliadas à umidade. Conforme o meteorologista Leandro Puchalski, da Central RBS de Meteorologia, a chuva forte, seguida de granizo, não irá amenizar o calor nos próximos dias: "Isto vai acontecer durante toda a semana, inclusive o calor, que chegou aos 39,8 graus em Pelotas, deve castigar todo o Estado até o próximo final de semana", avisou. A chuva e o calor, não se restringiram a Campo Bom e Porto Alegre. Em São Lourenço do Sul, na Região Sul, 20 casas foram destelhadas e na praia do Cassino, no Litoral Sul, distante 315 km da capital gaúcha, a chuva, que chegou de repente, espantou os milhares de veranistas que se encontravam à beira-mar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.