Rio monta esquemas especiais para o carnaval

Órgãos municipais e estaduais anunciaram nesta quarta reforço de suas equipes e esquemas especiais de trabalho durante o carnaval. Os plantões serão montados a partir de amanhã, quando serão realizados os desfiles das escolas de samba mirins, e, em alguns casos, se estenderão até o fim da apresentação das escolas campeãs, na madrugada do dia 5 de março. Trinta e oito delegacias de polícia da capital, localizadas em bairros de grande concentração de foliões, terão reforço de 50% nas equipes, num total de 300 policiais. No Sambódromo, um dos principais objetivos é evitar a entrada de pessoas armadas, mesmo policiais (só quem estiver trabalhando terá o direito a andar com arma). O efetivo da Polícia Militar deverá ser divulgado nos próximos dias. A Guarda Municipal irá disponibilizar mil homens para a operação de carnaval, sendo 340 só para a área da Passarela do Samba. Cinco guardas bilíngües se concentração nos setores turísticos. Os bombeiros trabalharão com até 400 pessoas, que atuarão nas áreas de saúde, salvamento e combate de incêndios. Serão montados seis postos de atendimento médico, onde ficarão também profissionais da Secretaria de Saúde do município. Folia A prefeitura irá promover 14 bailes infantis, na zona norte e na zona oeste. Na zona sul e no centro, os destaques são os blocos de rua - do sábado à Quarta-Feira de Cinzas, haverá mais de 30 desfiles. Serão instalados 440 banheiros químicos para o público. O Corpo de Bombeiros já vistoriou o Sambódromo e informou que está tudo em perfeitas condições para a passagem das escolas. A Rioluz trocou todas as 395 lâmpadas que iluminam a avenida e as 29 torres do projeto original estarão funcionando. O meio de transporte ideal para se chegar até a Sapucaí é o metrô, que será operado ininterruptamente das 5 horas de sábado (dia do desfile das escolas do Grupo de Acesso) às 23 horas de terça-feira. Duas estações dão acesso ao Sambódromo: Praça Onze (setores pares) e Central (setores ímpares). Garrafas de vidro não podem ser levadas, para se evitar acidentes. O Departamento de Controle Urbano da prefeitura fará fiscalização com 120 agentes a partir amanhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.