Rio Negro baixa e já permite tráfego no centro de Manaus

No momento mais crítico da enchente, nível do rio chegou a 29,71 metros; 3 mil famílias foram atingidas

Liége Albuquerque, O Estado de S. Paulo,

16 Julho 2009 | 11h34

O nível do Rio Negro baixou para 29,57 metros nesta quinta-feira, 16, depois das fortes enchentes que atingiram Manaus nos últimos meses. Com 14 dias de vazante, o nível baixou e os veículos puderam voltar a circular pelas ruas do centro da capital do Amazonas.

 

Apesar do nível ter baixado, muitas palafitas em bairros como São Raimundo e Glória continuam alagadas. O rio baixa em uma velocidade de 1,75 centímetros por dia. No recorde dos últimos cem anos, no último dia 25 de junho, o Rio Negro alcançou 29,71 metros, segundo o Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

A Defesa Civil municipal e a Secretaria Municipal de Saúde começou esta semana a visitar as casas para prevenir doenças pós-enchente, como a leptospirose, por conta do contato das pessoas com o lixo trazido pelas águas. De acordo com a Defesa Civil, pelo menos onze bairros da cidade sofreram com os alagamentos, atingindo cerca de 3 mil famílias.

Mais conteúdo sobre:
Rio Negro enchente Manaus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.