Wilton Junior/AE
Wilton Junior/AE

Rio passa São Paulo em ranking das melhores cidades para se viver

Classificação avalia estabilidade, serviços de saúde, educação, infraestrutura, cultura e meio ambiente; Melbourne é a 1ª colocada

Camila Santos, Especial para O Estado

18 Agosto 2015 | 13h29

São Paulo aparece na 95ª posição na lista que classifica as melhores cidades do mundo para se viver, segundo levantamento anual divulgado nesta terça-feira, 18, pela consultoria Economist Intelligence Unit (EIU).

A capital paulista estava empatada com a cidade do Rio de Janeiro, em 91º, no ano passado, porém caiu quatro posições no ranking. Já a capital fluminense, manteve a colocação registrada em 2014.

Pelo quinto ano consecutivo, a cidade de Melbourne, na Austrália, obteve o primeiro lugar na lista que reúne 140 cidades ao redor do planeta.

Viena, na Áustria; Vancouver e Toronto, no Canadá; Adelaide, na Austrália e Calgary, também localizada no Canadá, ocupam as posições seguintes. Vale ressaltar que sete das dez primeiras localidades do ranking estão situadas na Austrália e no Canadá.

Por outro lado, as cinco piores cidades para morar, de acordo com o conceito são: Damasco, na Síria; Daca, em Bangladesh; Port Moresby, em Papua-Nova Guiné; Lagos, na Nigéria; e Trípoli, capital da Líbia.

Buenos Aires, na Argentina; Santiago, no Chile, e San Juan, em Porto Rico, foram cidades da América Latina que tiveram a melhor pontuação e estão nas 62ª, 64ª, 67ª colocações, respectivamente.

A classificação é determinada a partir da pontuação de um a cem em 30 critérios qualitativos e quantitativos relacionados à estabilidade, serviços de saúde, educação, infraestrutura, cultura e meio ambiente.Outras cidades brasileiras não foram avaliadas pelo estudo.


Mais conteúdo sobre:
São Paulo Rio ranking

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.