Rio: policial morre e cabo da PM fica ferido em dois assaltos

Um policial civil morreu e um cabo da Polícia Militar segue internado após ambos terem sido vítimas de supostos assaltantes na zona norte da capital fluminense na noite de domingo, 18. Um suspeito foi detido e foi ouvido na madrugada desta segunda-feira, 19.O investigador Evandro Antonio de Souza, de 47 anos, da Delegacia de Capturas da Polinter, chegava em casa, por volta das 22h de domingo, em seu Volkswagen Bora, no bairro da Pavuna, quando foi abordado por 3 homens armados.Baleado no peito, o policial foi encaminhado por policiais militares do 27º Batalhão, de Rocha Miranda, para o Pronto Atendimento Médico do Irajá, onde morreu. A arma de Evandro não foi levada e a princípio ele não teria reagido, mas a polícia ainda não descarta a possibilidade de tentativa de assalto.Praticamente no mesmo horário, dois homens armados, em uma moto, atiraram contra o segurança Edson Oliveira Jr., de 38 anos. A dupla conseguiu escapar. O segurança de rua foi levado em estado grave para o pronto-socorro do Hospital Getúlio Vargas. Ainda não se sabe se os criminosos que atiraram contra o vigilante noturno fazem parte do trio que matou o investigador. As ocorrências foram registradas na 39ª Delegacia de Polícia da Pavuna.Policial militarÀ paisana e a pé, o cabo Josué Jophil foi abordado, no final da noite de domingo, por assaltantes na Rua Caxambu, no bairro do Irajá, região noroeste da capital fluminense. O policial teria reagido e foi baleado pelo criminosos, que fugiram a pé.Minutos depois, um suspeito de ter participado da ação foi preso pela Polícia Militar e encaminhado à 27ª Delegacia de Polícia de Vicente de Carvalho. O rapaz detido ainda não teve a identidade revelada. Josué foi encaminhado ao pronto-socorro do Hospital Getúlio Vargas e transferido para o Hospital Central da Polícia Militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.