Rio Preto registra mais 21 casos de dengue

A Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) de São José do Rio Preto registrou hoje, dia 21, mais 20 casos de dengue no município, o que eleva para 257 o total de doentes este ano. Em janeiro, houve registro de 17 casos; em fevereiro, 90; e em março, até ontem, 150. Na região, Mirassol tem 47 casos, Paulo de Faria, 42, Tabapuã, 34, e Jales, 22 notificações de janeiro até hoje.A Secretaria Municipal de Saúde de São José do Rio Preto , em parceria com empresas da cidade, está incentivando o combate ao mosquito transmissor da dengue. A casa visitada que não tiver criadouro do Aedes aegypti poderá ganhar eletrodomésticos, móveis ou cestas básicas. Quem vencer o concurso do melhor "slogan" da campanha contra o mosquito será premiado com um televisor."Em vez de punir com multas os moradores que mantém criadouros resolvemos estimular a população a participar do combate ao mosquito", disse o secretário municipal da Saúde, José Cacau Lopes. Agentes de saúde que percorrem bairros da cidade já encontraram cerca de 20 mil criadouros do inseto transmissor da dengue.O coordenador da Vigilância Epidemiológica do município, Cássio da Silva Melo, disse que a situação é preocupante pelo aumento do número de casos de dengue e pelo risco de ocorrer a dengue hemorrágica. Na região, o último caso desta forma mais grave da doença foi registrado em fevereiro de 1999, em Riolândia. A doente, uma garota que tinha 13 anos, teve alta do hospital em Votuporanga depois de permanecer internada cerca de dez dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.