Rio tem o verão mais seco dos últimos 15 anos

O verão do Rio de Janeiro tem sido um dos mais secos dos últimos anos. Em janeiro e fevereiro praticamente não choveu - o índice pluviométrico foi de 62,8 e 134,9 milímetros, respectivamente. A média de chuvas considerada normal para esses meses é de 176,6 milímetros (janeiro) e 160,9 milímetros (fevereiro). De acordo com dados do 6º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet-RJ), janeiro deste ano foi o mais seco dos últimos 15 anos. Em 1986, a média foi de 52,2 milímetros.Os últimos dois meses também registraram média de temperatura elevada - 35,5ºC em janeiro e 35,4ºC em fevereiro. Nos mesmos meses do ano passado, as médias foram de 33,6ºC e 32,9ºC, respectivamente. O último dia 15 foi o mais sofrido para quem estava no Rio: a temperatura chegou a 40,8ºC. O jeito foi recorrer às barraquinhas que vendem água de coco nas ruas do centro e aos quiosques da orla.A meteorologista Marlene Leal explicou que uma massa de ar quente estacionada sobre o Rio está bloqueando a entrada das frentes frias, que partem do Sul, alcançam São Paulo, mas se dispersam antes de chegar ao Rio de Janeiro. A baixa umidade relativa do ar nas primeiras horas da manhã também dificulta a formação de nuvens. "O Rio está inserido nessa região em que a massa de ar quente costuma atingir, que pega parte da região Nordeste e parte da Sul. O Rio está bem no meio, é uma característica do Estado", disse Marlene, que prevê chuva a partir de amanhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.