Rio terá escola de circo para meninos de rua

Lugar de menino de rua é no circo. Pelo menos é nisso que o juiz da 1ª Vara da Infância e Juventude do Rio, Siro Darlan, está apostando para tirar crianças e adolescentes das ruas da cidade. Ainda esse mês ele pretende inaugurar uma escola de circo na Praça 11. O projeto terá apoio do Cirque du Monde, braço social do Cirque du Soleil, que oferecerá instrutores e estágio para os melhores alunos.Darlan inspirou-se nos meninos que fazem malabarismos nos sinais de trânsito por alguns trocados. "Vamos profissionalizar esses meninos para que eles tenham uma alternativa", disse o juiz. Os pais ou responsáveis que estiverem explorando os filhos serão encaminhados para a Escola de Pais, projeto da 1ª Vara da Infância e Juventude para a recuperação das famílias. A idéia de Darlan é começar com 100 jovens - segundo o juiz, a estimativa é de que haja menos de 200 meninos nas ruas do Rio. Os garotos têm de estar matriculados na escola para participar das aulas de técnicas circenses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.