Rio terá esquema especial para depoimento de Beira-Mar

O secretário da Segurança Pública, Anthony Garotinho, confirmou que o governo estadual montou um esquema especial de segurança para acompanhar o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, que virá ao Rio para prestar depoimento à Justiça. Ele criticou o fato de o País ainda não ter adotado o sistema devídeo-conferência, que evitaria o deslocamento do criminoso. ?Ele presta o depoimento e volta (para São Paulo)?, declarou.O secretário afirmou que está aguardando a liberação de R$ 40 milhões do governo federal para implantar o laboratório de DNA, atualmente encaixotado na Academia de Polícia, no centro. ?Um processo longo de atraso na polícia técnica não será revertido nem em um, em dois ou três anos. Nós avançamos muito, perto do que tínhamos. Mas estamos longe do que desejamos. Os investimentos estão sendo feitos?, disse Garotinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.