Rio terá novo plano de segurança

O governo do Rio irá anunciar esta semanao Plano Emergencial de Segurança. Segundo a governadora Beneditada Silva (PT), o projeto está quase pronto e incluirá a Tijuca,onde uma guerra entre traficantes de morros rivais deixou osmoradores do bairro, na zona norte da cidade, à mercê dos tiroteios. "Nósresolvemos incluir a Tijuca no projeto e vamos levar cultura,arte e segurança para esse bairro", disse Benedita, aoparticipar, hoje, da solenidade em comemoração ao Dia deTiradentes, patrono do Batalhão de Operações Especiais daPolícia Militar (Bope). Benedita garantiu que a polícia agirásem estardalhaço e a repressão ao crime será feita com rigor etécnica. "Será uma polícia preparada. Só não anunciei o plano porque algumas secretarias aindanão estão prontas para agir", revelou. O secretário estadual de Segurança Pública, Roberto Aguiar, também presente à cerimônia,que contou com um desfile cívico-militar, afirmou que o governoestadual buscará um acordo com as autoridades municipais do Rio,para a elaboração de ações integradas de combate à violência.Sobre os projetos em parceria com a Prefeitura, Benedita disseter recebido várias propostas do prefeito César Maia (PFL). "São planos para o meio ambiente, crianças, entreoutros. Espero que dê certo essa união", afirmou. A solenidadeem homenagem a Tiradentes, mártir da Inconfidência Mineira,aconteceu em frente ao Palácio Tiradentes, sede da AssembléiaLegislativa do Rio de Janeiro, no Centro, e contou comdesfile da Polícia Militar. O prédio da Alerj foi construído nomesmo local onde Tirandentes foi enforcado, em 1792.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.