Rio vai mapear riscos de escorregamentos em mais três cidades

Trabalho vai analisar os municípios de Campos, Varre-Sai e Itaperuna

Agência Brasil,

06 Abril 2012 | 17h46

RIO DE JANEIRO - O Serviço Geológico do Rio de Janeiro (DRM-RJ) inicia na próxima segunda-feira, 9, mais uma etapa do levantamento de áreas de risco do norte e noroeste fluminense. O trabalho de mapeamento vai identificar áreas de risco de escorregamentos de encostas nas cidades de Campos, Varre-Sai e Itaperuna.

Três municípios já foram mapeados: São João da Barra, São Francisco de Itabapoana e Italva. Com isso, faltarão 12 cidades a serem vistoriadas pelo Serviço Geológico.

Em média, o levantamento leva uma semana para ser concluído em cada município. A previsão é que o trabalho seja totalmente concluído em seis meses. Antes das regiões norte e noroeste, o Serviço Geológico já havia mapeado 31 municípios das regiões serrana, metropolitana e sul fluminense entre 2010 e 2011.

Deslizamentos de terra deixaram centenas de mortos nas chuvas de janeiro de 2010, no litoral sul fluminense; em abril daquele ano, na região metropolitana, e janeiro de 2011, na região serrana do estado.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro Serviço Geológico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.