Rita Lee deseja "mais 450 anos" para Marta

O heróico povo paulistano agüentou a chuva forte durante três horas e delirou com o show de Rita Lee. A apresentação terminou às 21h18 com a música Ovelha Negra. Dez minutos antes do final, ela convidou a prefeita para o palco. "Eu quero mais 450 anos para você." Na despedida, deu um conselho: "Fica bem São Paulo. Não deixa ninguém tomar conta da sua cabeça. Use camisinha. Vamos respeitar todos os reinos, todas as formas de vida. Fica bem São Paulo, muitos anos, muita luz", completou.Durante o show ela incendiou a platéia com o hit Jardim DA Babilônia, emendou com a cantiga "São São Paulo, São Paulo da garoa, São Paulo é terra boa". Depois perguntou: "Vocês estão bem aí, na chuva? Eu estou preocupadíssima. É para acalmar o tesão. Daqui de cima, ver vocês dá o maior tesão?. Continuava chovendo muito e a roqueira saiu da área coberta do palco e se aproximou da mureta do Viaduto do Anhangabaú. Dançou um pouco, no estilo Mick Jagger, e disse: "Tenho vontade de chegar perto, pegar cada um no colinho, dar uns beijinhos. Obrigadésima sãopaulíssimo." Reclamou de quem interpretou mal suas declarações sobre São Paulo. "Como eu falaria mal das minas de Sampa? Eu tenho 56 anos e sou uma delas."

Agencia Estado,

25 de janeiro de 2004 | 23h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.