RJ: mãe e filho que extorquiam empresários paulistas são presos

A polícia carioca prendeu, nesta quinta-feira, mãe e filho acusados de participar de um esquema onde detentos de presídios do Rio tentavam extorquir, por meio de ligações de celular, empresários paulistas. A dona-de-casa Telma Cristina de Santana, 46, e seu filho, Felipe de Santana Sampaio, 19, foram presos dentro de casa, num condomínio em Bangu, zona oeste do Rio, depois que a polícia conseguiu um mandado de busca pela Justiça de São Paulo, autorizado para ser posto em prática pela Justiça do Rio.Nos golpes, realizados desde o ano passado, os detentos ligavam exigindo do empresário o depósito de determinada quantia em uma conta bancária ou a compra de cartões telefônicos para celulares pré-pagos, sob pena de terem o patrimônio depredado ou um familiar seqüestrado. Depois de comprados os cartões, os empresários passavam as senhas para Telma que revendia os cartões para desconhecidos com desconto de 30% do valor verdadeiro.O dinheiro era então repassado para detentos de um presídio em Magé, a 60 km do Rio, e do presídio Plácido de Sá Carvalho, no complexo de Bangu. A descoberta de Telma aconteceu depois que a polícia fez um levantamento junto às operadoras de celular e chegou às "vítimas" que compraram os cartões a preços mais baratos e indicaram a mulher como a vendedora. Na casa de Telma e de seu filho, a polícia apreendeu celulares, dinheiro e uma CPU que será periciada. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Repressão a Entorpecentes do Grande Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.