Andressa Anholete/AFP
Andressa Anholete/AFP

RN começa a transferir presos para retomar controle de Alcaçuz

Guerra entre PCC e Sindicato RN deixou 26 mortos no fim de semana na penitenciária; detentos estão soltos porque unidade foi destruída

Rafael Barbosa, Especial para o Estado

18 Janeiro 2017 | 13h03

NATAL - O governo do Rio Grande do Norte iniciou, na manhã desta quarta-feira, 18, uma operação de transferência de detentos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, onde confronto entre presos deixou 26 mortos no fim de semana. Desde o amanhecer, homens da Polícia Militar e do Grupo de Operações Especiais dos agentes penitenciários se preparavam para começar o comboio.

Ainda não foi divulgada a quantidade de presidiários que serão levados, a unidade para onde serão transferidos nem a qual organização criminosa à qual eles pertencem. 

No confronto, presos do PCC mataram homens da facção Sindicato RN. A estratégia do governo é deixar no local detentos de apenas um grupo criminoso, para evitar novos enfrentamentos. Desde o início da semana, os presos estão no comando da prisão.

Com a transferência, o governo espera retomar o controle de Alcaçuz e tranquilizar a situação dentro da unidade.

Mais conteúdo sobre:
NATAL Rio Grande do Norte Sindicato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.