Rodízio será suspenso na quinta e na sexta em São Paulo

A partir desta quarta-feira, 14, 1,3 milhão de veículos devem deixar São Paulo por conta do feriado prolongado de Corpus Christi. A previsão é da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e os motoristas devem evitar os horários de pico: hoje, das 14 às 22 horas, e amanhã, das 8 às 13 horas. Para aqueles que ficarão na capital, o rodízio municipal de veículos estará suspenso amanhã e sexta-feira.Para a Baixada Santista são esperados de 170 a 250 mil veículos, de hoje a domingo. Nesse mesmo período, 600 mil carros devem circular pelo sistema Anhangüera-Bandeirantes e 360 mil, pelo Sistema Castelo-Raposo, em direção ao Interior do Estado. Nas rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto, a estimativa de tráfego para o feriado é de 107 mil veículos. Já pela Via Dutra, 182 mil deixarão a Cidade entre hoje e amanhã. Pelas rodoviárias, viajarão pelo menos 537 mil pessoas até segunda-feira, é o que prevê a Socicam, empresa que administra os terminais Tietê, Barra Funda e Jabaquara. Para quem vai aproveitar o feriado de Corpus Christi para ficar na cidade, o trânsito não será moleza. Pelo menos na região da Avenida Paulista. A cidade estará vazia, mas em compensação, outra leva de gente vai se concentrar no circuito da Marcha para Jesus. O evento da igreja evangélica está marcado para começar as 10 horas de amanhã. Em sua 14ª edição, a previsão é de que o evento atraia 2 milhões de fiéis. O percurso começa na Avenida Doutor Arnaldo e termina na Paulista, com show gospel de 23 bandas. A CET orienta os motoristas a utilizarem rotas alternativas. A Rua Oscar Freire e as avenidas Paulo VI, Henrique Schaumman e Rebouças são opções à Avenida Doutor Arnaldo. Já para desviar o trânsito da Avenida Paulista, as dicas são as ruas Treze de Maio, Cincinato Braga, São Carlos do Pinhal e Consolação, no sentido Consolação, e Cubatão e Abílio Soares, além da Avenida Bernardino de Campos e da Alameda Santos, no sentido Paraíso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.