Rodovia tem trecho de 200 km interditados entre SP e Minas

Chuva prejudica reparos na estrada e motoristas tem que optar por desvios desde a região da Serra do Piquete

Solange Spigliatti, estadao.com.br

13 Fevereiro 2009 | 10h29

A Rodovia BR-459, interditada desde a tarde desta quinta-feira, 12, devido a uma queda de barreira na altura do km 9, na região de Serra de Piquete, no interior de São Paulo, não será liberada nesta sexta-feira, 13, segundo informações do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Denit).   Devido às chuvas que ainda caem na região nesta sexta, os trabalhos para a remoção da terra estão sendo prejudicados. Ainda não há previsão de quando a estrada será liberada, segundo o Denit. O local está fechado para o tráfego de qualquer veículo. Nem mesmo carros de passeio estão autorizados a trafegar na pista, segundo o Denit.   Para que os motoristas não chegassem até o local e fossem obrigados a retornar por falta de desvios, a rodovia foi interditada na altura do km 14, em São Paulo, seguindo até o km 210, já em Minas Gerais, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

Mais conteúdo sobre:
estradas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.