Rodovias estiveram tranqüilas durante toda a madrugada

Depois do excesso de veículos que deixou a cidade de São Paulo na noite de quinta-feira, 5, provocando congestionamentos e lentidão, a situação se acalmou na madrugada desta sexta-feira, 6. As informações são das assessorias de imprensa das concessionárias que administram as rodovias que ligam a capital a cidades do interior, litoral e a outros Estados. Aproximadamente 84,9 mil veículos deixaram a capital e 70, 2 chegaram do interior do Estado, da meia-noite de quinta-feira até as 22 horas, de acordo com balanço divulgado pela Autoban, que administra o Sistema Anhangüera-Bandeirantes. Nesse período, foram registrados 30 acidentes, com 12 feridos e um morto. O acidente em que a vítima morreu aconteceu por volta das 4 horas da madrugada, na região de Campinas. Até as 14 horas de segunda-feira, 9, desde a meia-noite de quinta, está proibido o tráfego de veículos transportando cargas perigosas no sistemas Anchieta-Imigrantes, administrado pela Ecovias, seja em direção ao litoral paulista, seja no sentido da capital. A concessionária informou que a razão da suspensão é o alto volume de tráfego que espera nessas rodovias de 250 mil a 350 mil nos quatro dias em ambos os sentidos. A suspensão do transporte de cargas especiais (ou perigosas) voltará a acontecer entre os dias 20 e 23, feriado prolongado em homenagem a Tiradentes.

Agencia Estado,

06 Abril 2007 | 07h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.