Roleta-russa termina em morte no interior de SP

Os médicos do Pronto-Socorro de São José dos Campos, a 90 quilômetros de São Paulo, confirmaram a morte cerebral do soldado do Comando Geral de Tecnologia Aeroespacial (CTA), Thiago de Oliveira Nogueira, 20 anos. Ele havia sido internado na sexta-feira, 28, após ser atingido por um tiro na cabeça, enquanto trabalhava. O tiro foi disparado pelo colega da vítima, o soldado Willian Berg Leão Pereira, de 20 anos - que está detido no Batalhão da Infantaria da Aeronáutica. Segundo o Polícia Civil, tudo levar a crer que os dois colegas estavam brincando de "roleta russa", pois a arma tinha apenas uma bala. A família do soldado autorizou a doação de órgãos, segundo informações do hospital. A assessoria de imprensa do CTA informou que o caso vai ser acompanhado em um Inquérito Policial Militar. O prazo para a apuração é de 30 dias.

Agencia Estado,

28 Abril 2007 | 14h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.