Rompimento de adutora deixa 10 mil sem água em SP

O rompimento de uma adutora de 300 milímetros de diâmento da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) deixou cerca de 10 mil pessoas sem o abastecimento de água na zona Norte. A tubulação se rompeu por volta das 4h30 (nesta madrugada) na Rua Campo Comprido, 229, no Mandaqui, zona Norte, e provocou o afundamento da pista. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) interditou e sinalizou o local para orientar os motoristas. Segundo informações da assessoria de imprensa da Sabesp, o fornecimento de água foi cortado da adutora uma hora após o rompimento para que os reparos começassem no início da manhã.A previsão da empresa é que a situação começe a voltar ao normal a partir das 17 horas, quando será religado o fornecimento à adutora. Neste momento, estão sem o abastecimento parte da Vila Brasilândia, as Vilas Santo Antônio, Romero, José Casagrande e os Jardins Malba e Maminos. A assessoria informou que nenhum imóvel foi afetado pelo rompimento e vazamento provocados na tubulação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.