Rompimento de adutora deixa 70 mil sem água

Bairros da zona leste foram afetados; ruas ficaram fechadas

Lais Cattassini, O Estadao de S.Paulo

28 de janeiro de 2009 | 00h00

O rompimento de uma adutora na Rua Diamante Preto, Vila Carrão, na zona leste de São Paulo, deixou pelo menos 70 mil pessoas sem água e abriu uma cratera de cinco metros de diâmetro, que bloqueou a via completamente. Ainda não foram determinadas as causas do rompimento. Os reparos devem ser finalizados ainda hoje. O acidente ocorreu por volta da 1h40 de ontem e a Companhia de Saneamento Básico de São Paulo (Sabesp) interrompeu o abastecimento de água em pelo menos 15 bairros da região para a realização dos reparos necessários. A Sabesp informou que não houve necessidade de distribuir água para a população, já que o centro de reserva permite o abastecimento da área por 24 horas.O trânsito da via foi interrompido pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) entre as Ruas Carlos Silva e Flamengo. As linhas de ônibus que passam pelo local foram desviadas para a Rua Mauro Pinheiro. Os moradores ficaram assustados com o tamanho do buraco.Pedreiro aposentado, Manoel Alves Campos, de 64 anos, é morador de uma casa na Rua Maracatuba e assistiu à rua ser invadida pelas águas após o rompimento da adutora, na madrugada. "Tudo ficou cheio de água. Algumas casas foram tomadas pela sujeira." Segundo ele, a chuva que caiu na região na noite de segunda-feira não foi forte o suficiente para causar os estragos.Desde as 3 horas sem água, alguns moradores procuraram a ajuda dos vizinhos para abastecer suas casas. Por volta das 16h30, uma fila se formou em frente a uma pequena empresa. "Toda vez que falta água a gente vem aqui para encher os baldes", contou o estudante Johnny Gomes, de 15 anos. De acordo com o operador de guindaste Cícero José da Silva, de 34 anos, os cortes são frequentes. "A Sabesp demora para arrumar o problema e ficamos muito tempo sem água, precisando recorrer aos baldes e à ajuda dos vizinhos." BAIRROS AFETADOSA Sabesp informou que a falta de água afetou os moradores dos bairros do Tatuapé, Vila Gomes Cardim, Cidade Mãe do Céu, Vila Azevedo, Vila Lusitana, Vila Brasil, Chácara Califórnia, Vila Carrão, Chácara Santo Antônio, Parque São Jorge, Jardim Maranhão, Vila Moreira, Chácara Paraíso, Vila Regente Feijó, Vila Formosa, Chácara Mafalda, Vila Rio Branco e Jardim Guanabara. A previsão é de que o abastecimento na região seja retomado ao longo do dia de hoje, após o problema da adutora ser resolvido. A recomendação é de que a população afetada use a água de maneira consciente, evitando desperdícios. Casos de emergência devem ser comunicados pelos telefones 195 e (0800) 011-9911.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.