Rompimento de barragem atinge 500 famílias no PI

Inundação chegou a até 50 quilômetros do local do acidente; dois adolescentes estão desaparecidos

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

28 de maio de 2009 | 14h46

O governo do Piauí estima que pelo menos 500 famílias tiveram suas casas destruídas pelas águas da Barragem Algodões I, em Cocal da Estação, divisa com o Ceará, que se rompeu na tarde da quarta-feira, 27.

 

Um rombo de 50 metros em uma parede da barragem, no Rio Pirangi, provocou a inundação, que atingiu uma área de 50 Km no município. De acordo com a Defesa Civil do estado, dois adolescentes estão desaparecidos por conta das enchentes.

 

A cidade de Cocal está sem energia elétrica desde as 20 horas dessa quarta-feira. Por conta das dezenas de postes que foram carregados pela água, a Companhia Energética do Piauí (Cepisa) cortou o fornecimento de energia. O abastecimento de água na cidade é mantido por um gerador.

 

O sinal de telefonia celular foi restabelecido por uma operadora. Bombeiros e policiais militares atuam no resgate de pessoas em lanchas e cinco helicópteros sobrevoam o percurso de 50 Km do Rio Pirangi.

Mais conteúdo sobre:
enchentePiauíbarragem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.