Ronaldo Esper deve ser transferido para CDP de Osasco

Preso na manhã de sexta-feira sob a acusação de furtar dois vasos no Cemitério do Araçá, na Av. Dr. Arnaldo, na zona oeste de São Paulo, e autuado em flagrante na delegacia de Perdizes (23º DP), o estilista Ronaldo Esper, de 63 anos, foi transferido no início da madrugada deste sábado, para a carceragem da delegacia de Vila Leopoldina/Ceasa (91º DP).Esper poderá ter nova remoção, na segunda-feira, desta vez para um Centro de Detenção Provisória (CDP) em Osasco, na Grande São Paulo, caso seu advogado não consiga obter, na Justiça, o relaxamento de seu flagrante.Além de ser muito conhecido por suas criações, em especial de vestidos para noivas, Esper apresenta o quadro "Agulhadas" no programa Superpop de Luciana Gimenez, na Redetv!.Segundo a polícia, ao ser avisado de que o costureiro havia deixado o cemitério portando os dois vasos, que já estavam em seu Volkswagen Sedan, o administrador do cemitério o abordou. Ele, então, argumentou que as peças pertenciam ao túmulo de uma tia, mas não pode comprovar essa afirmação. Pessoas que conhecem bem o estilista lamentam o ocorrido e atribuem o fato a sua mania de colecionar antiguidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.