Roriz diminui diferença antes de renúncia

Antes de renunciar à candidatura a governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz (PSC) subiu 3 pontos e reduziu a diferença para Agnelo Queiroz (PT) de 13 para 9 pontos, de acordo com a última pesquisa Ibope/Estado/TV Globo. O ex-senador atingiu 33%, ante 30% no levantamento anterior. Queiroz oscilou 1 ponto e está com 42%, ou 49% dos votos válidos. O resultado deixa em aberto a realização de segundo turno, já que a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos porcentuais.

, O Estado de S.Paulo

25 Setembro 2010 | 00h00

As 1.806 entrevistas foram feitas entre terça e quinta-feira, antes de Roriz desistir da disputa. O levantamento foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral (protocolo 32.294/2010) e no Tribunal Superior Eleitoral (31.795/2010).

Agnelo consolidou a liderança obtida no início do mês. Roriz caiu de 38%, no fim de julho, para 30% no início de setembro, após a Justiça Eleitoral cassar sua candidatura com base na Lei da Ficha Limpa. No segundo turno, Agnelo venceria por 45% a 34%.

A disputa pelo Senado segue estável. Cristovam Buarque (PDT) continua com 50% e Rodrigo Rollemberg (PSB) subiu de 39% para 41%, mantendo 17 pontos de vantagem para Maria de Lourdes Abadia (PSDB).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.