Rosinha decide pedir ajuda das Forças Armadas

A governadora do Rio de Janeiro, Rosinha Matheus, disse, nesta manhã que vai pedir ao governo federal que as Forças Armadas ajudem a combater a violência causada pela guerra do tráfico no Rio. Ela esclareceu que quer que haja cooperação com a polícia e não intervenção no Estado. "Até porque se fosse para haver intervenção deveria ser em todas as capitais, porque o Rio não é a capital mais violenta do Brasil", afirmou a governadora à rádio CBN. Rosinha declarou que o secretário de Segurança, Anthony Garotinho, vai apresentar um projeto pedindo a cooperação hoje à tarde ao secretário nacional da pasta, Luiz Fernando Corrêa, numa reunião marcada para às 15 horas. Ela reclamou que os recursos prometidos pela União no ano passado para o combate à criminalidade - R$ 40 milhões - não chegaram ao Rio e cobrou ajuda efetiva, e não apenas promessas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.