Rota descobre central telefônica em São Paulo

Atendendo a uma denúncia anônima de tráfico de entorpecentes, patrulheiros da Rota 91151 encontraram, na residência da Rua 9 de Novembro, 368, na Vila Nova Cachoeirinha, na Zona Norte, uma central telefônica provavelmente utilizadapor presos do PCC. Uma jovem de 19 anos, cuja mãe está presa, e cinco adolescentes foram apreendidos.Ao chegarem à casa, os PMs encontraram Rosângela Cardoso Benedito, de 19 anos e as menores T.J.S., de 17, e D.A.C., de 16. Apesar da pouca idade, segundo a polícia, as três dominam o tráfico na região. A "boca" pertenceria a Maria das DoresBenedito, mãe de Rosângela, que está recolhida em um presídio do Estado.Além de cinco aparelhos telefônicos convencionais e um celular, foram encontradas "trouxinhas" de maconha, R$ 65 e US$ 1. Pacotes de cartas de e para presídios foram encontrados na casa,além de uma agenda ? em caderno do projeto Vai e Volta da Prefeitura Municipal de São Paulo, utilizado como agente de clientes e fornecedores de drogas.Quando o delegado de plantão do 38º DP ? Vila Amália indiciava a maior e ouvia das duas menores em sindicância, três adolescentes se apresentaram afirmando que eram os responsáveis pelo tráficoe donos do material apreendido. O delegado resolveu incluí-los no inquérito de tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico. Os três - F.O.P.R., de 17 anos, M.P.J., de 15 e R.C.T., de 17 ? levaram os policiais de volta à casa e desenterram do quintal mais drogas,totalizando 29 "trouxinhas". A maior foi autuada em flagrante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.