Rota traz ''''chumbo quente'''' ao YouTube

Após sucesso do clipe da Força Tática na internet, mais uma tropa da PM ganha ?homenagem? na rede

O Estadao de S.Paulo

12 de fevereiro de 2008 | 00h00

Depois do sucesso do videoclipe Força Tática Equipe do Terror, em que as estrelas eram policiais do 21º Batalhão de Polícia Militar do Guarujá, agora é a vez de policiais da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) terem uma homenagem veiculada na internet. Rota - chumbo quente é o nome do vídeo que circula no site YouTube. Nele, há fotos de ações, treinamentos e festividades de integrantes da Rota embaladas pela música "Chumbo Quente", do Bonde do Ratão. As fotos são intercaladas com frases do tipo: "Se correr a Rota pega e se ficar a bala come".O conselho Estadual dos Direitos da Pessoas Humana (Condepe) enviou, ontem à noite, pedido à Secretaria da Segurança Pública para apurar se há a participação de policiais militares na criação e divulgação de Força Tática Equipe do Terror. A Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo vai acompanhar as investigações. A PM continua apurando o caso.O vídeo que circulou no site YouTube durante três meses foi exibido 25.089 vezes. Nele, havia imagens do policiamento e treinamento de equipes da Força Tática do 21º Batalhão, que trabalham no Guarujá, no litoral paulista. O problema maior está na letra. Há trechos, segundo especialistas, que incitam a violência, como "Faca na caveira impõe o seu valor/ Se liga vacilão Força Tática chegou/ Desafiando a morte e sorrindo com a dor".O clipe foi retirado do site depois que o Jornal da Tarde solicitou uma entrevista com o comandante dos policiais que aparecem nas imagens. "A retirada logo após a PM tomar conhecimento demonstra que é grande a possibilidade de haver participação de policiais na autoria do vídeo", disse Ariel de Castro Alves, secretário geral do Condepe. O ouvidor da Polícia do Estado, Antonio Funari Filho, informou que vai acompanhar as investigações sobre o vídeo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.