Roubo de cinco carros blindados preocupa a polícia

O roubo de cinco carros blindados de uma loja na zona sul de São Paulo, levou o comando da Polícia Civil a alertar os presídios, cadeias e distritos policiais para possível ataque e resgate. Os carros importados foram levados por seis homens na noite de sábado. Cada carro custa em média R$ 130 mil. "Esse tipo de veículo não vai para desmanche. Vai acontecer alguma coisa e precisamos estar atentos", afirmou o delegado Godofredo Bittencourt Filho.Diretor do Departamento de Investigações Sobre Crimes Patrimoniais (Depatri), Bittencourt disse não ter conhecimento de assalto a loja de venda ou a montadora especializada em blindar carros.A ação dos ladrões surpreendeu Bittencourt e o delegado Manoel Camassa da Divisão de Investigações Sobre Furtos e Roubos de Veículos e Cargas (Divecar). Para Camassa, o criminoso em São Paulo está ficando cada vez mais audacioso. "Carro blindado não tem mercado clandestino. Estão armando alguma arte", acredita Camassa.Segundo o segurança Marco Antonio do Carmo, de 28 anos, funcionário da loja, ele estava sozinho e as portas trancadas quando um dos ladrões chegou. Branco, o assaltante se passou por entregador de uma revista semanal. Ao abrir a porta, Carmo foi ameaçado com um revólver. Os outros ladrões chegaram em seguida. O segurança afirmou ter sido obrigado a entregar as chaves dos carros e foi trancado no banheiro, nos fundos do prédio. "Quando não ouvi mais barulho de motor dos automóveis arrombei a porta e telefonei para a Polícia Militar", afirmou.Por causa dos assaltos no trânsito e dos seqüestros relâmpagos São Paulo é o Estado que tem mais carros blindados do País. A maioria na capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.