Roubo e troca de tiros levam pânico aos Jardins

Uma tentativa de assalto, que terminou em tiroteio, provocou tumulto, no início da tarde de ontem, na esquina da Rua Pamplona com a Alameda Franca, nos Jardins, na zona sul. Dois motoqueiros tentaram roubar a bolsa da secretária Patrícia de Almeida Ribeiro, de 34 anos, que havia acabado de sacar R$ 3 mil em uma agência bancária, ação conhecida como "saidinha de banco". Um homem armado, possivelmente um segurança, começou a trocar tiros com os criminosos. A vítima ficou no meio do fogo cruzado, mas não se feriu.Houve corre-corre. Os assaltantes saíram a pé, abandonando as motocicletas. Depois, roubaram duas motos na fuga. Ninguém foi preso. Nem o homem que trocou o tiro com os bandidos foi identificado. Segundo a polícia, um dos bandidos teria ficado ferido porque havia marcas de sangue em uma das motocicletas utilizadas na fuga. Eram 12h40 quando a secretária, que trabalha em uma empresa de recursos humanos, foi à agência do Bradesco na Rua Pamplona. Ela sacou o dinheiro para fazer um depósito no Itaú na mesma rua.A vítima contou que não percebeu que estava sendo seguida quando parou na Alameda Franca para aguardar o semáforo abrir. Nessa hora, passaram os dois motoqueiros em duas Honda CG 150 Titan.Um dos criminosos se aproximou e puxou a bolsa da secretária, mas não conseguiu pegá-la. Na segunda tentativa, sacou um revólver e encostou no pescoço de Patrícia. O comparsa ficou dando cobertura. "Aí eu soltei a bolsa para ele pegar. Nessa hora, percebi alguém chegando por trás de mim. Foi quando o bandido tirou a arma do meu pescoço e atirou", disse ela. A Polícia Militar vasculhou a região, mas não encontrou os bandidos nem identificou o homem com quem eles trocaram tiros. O caso foi registrado no 78º DP, nos Jardins.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.