RS redobra vigilância na fronteira com Argentina

A Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul informou há pouco que irá implantar, até o final desta semana, 18 unidades móveis de fiscalização e educação sanitária na fronteira do Estado com a Argentina. A medida amplia o controle na região para evitar a exposição do rebanho gaúcho ao vírus da febre aftosa detectado na Argentina. Além disso, a secretaria decidiu instalar sua nona barreira sanitária fixa para desinfecção de veículos e fiscalização de produtos. A operação será montada em Garruchos, noroeste do Estado.Desde 5 de janeiro, o Estado administra sete barreiras sanitárias fixas nas regiões de fronteira. No último final de semana, a oitava barreira foi instalada em Iraí, norte do Rio Grande do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.