RS restabelece energia para 87% dos consumidores

O mau tempo e os ventos deixaram 200 mil gaúchos sem luz na última sexta-feira, 2

Carolina Freitas, Agência Estado

04 de maio de 2008 | 12h31

Dois dias depois de um ciclone com ventos de até 100 quilômetros por hora ter castigado o Rio Grande do Sul, 87,5% das residências já têm o fornecimento de energia normalizado, segundo informou no final da manhã de hoje a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE). O mau tempo deixou sem luz 200 mil gaúchos na sexta-feira, 2. Neste dominho, 4, 25 mil ainda sofrem com o desabastecimento.  Para atender ocorrências de queda de galhos e árvores sobre os fios e redes de distribuição, a CEEE conta com o trabalho de 70 equipes. As situação é crítica na Região Metropolitana de Porto Alegre e no litoral norte do Estado. Os moradores continuam sem luz principalmente na zona sul da capital e nos municípios de Alvorada, Guaíba, Viamão, Tramandaí, Cidreira e Santo Antônio da Patrulha. Todos os alimentadores de energia de Porto Alegre já voltaram a funcionar, depois de 37 dos 141 da capital terem problemas na sexta-feira. Apesar disso, ainda não há previsão para restabelecimento total do fornecimento na cidade ou no Estado. O telefone de emergência da CEEE (0800-721-2333) recebeu, desde a ocorrência do ciclone, 25 mil ligações.

Tudo o que sabemos sobre:
cicloneventosrio grande do sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.