RS tem 11 cidades em emergência e 6 estradas bloqueadas

Mais de 4 mil pessoas tiveram que deixar suas casas por causa dos temporais que atingem o Estado

Solange Spigliatti, Central de Notícias,

14 de setembro de 2009 | 10h20

Onze cidades do Rio Grande do Sul estão em situação de emergência devido às chuvas que atingiram o Estado na última semana, deixando 2.231 pessoas desabrigadas e outras 2.050 desalojadas, segundo informações da Defesa Civil estadual. Por causa das chuvas, seis estradas estaduais ainda são interditadas.

 

Veja também:

link RS deve ter chuva intensa nesta semana, diz Climatempo

 

As cidades que já decretaram a situação de emergência são Frederico Westphalen, Itaara, Victor Graeff, Ibirubá, Porto Xavier, Santa Maria, Lavras do Sul, Seberi, Ibirapuitã, Herval e Caiçara.

 

Estradas interditadas

 

- RS-129, são quatro pontos de interdição por causa de alagamentos: entre os km 0 e 13 (em Bom Retiro do Sul), no km 17, no km 37, Estrela, no km 50, em Colinas, e no km 56, em Roca Sales.

 

- RS-130, o trânsito foi interrompido entre os kms 24 e 38, próximo à Venâncio Aires, também por causa de trechos de inundação.

 

- RS-441, pista totalmente bloqueada na altura do km 24, em Vista Alegre do Prata, por causa de água sobre a ponte.

 

- RS-446, a queda de barreira interditou parcialmente a pista na altura do km 11, em Carlos Barbosa.

 

- RS-453, no km 38, na Rota do Sol, parcialmente interditada devido à queda de barreira.

 

- RS-486, interditada entre os kms 24 e 38, devido à água na pista.

 

Além da interdição das seis rodovias estaduais devido à alagamentos ou queda de barreiras, uma rodovia federal também apresenta bloqueio nesta segunda. Segundo a Defesa Civil, a BR-116 está bloqueada na região de Nova Petrópolis devido á queda de barreira desde a noite de ontem.

 

Rios

 

De acordo com a Defesa Civil, o nível de alguns rios principais que cortam o Estado estão baixando, já que parou de chover nas cabeceiras, mas o Rio Guaiba continua subindo. Nesta segunda-feira, 14, ele estava 1.2 metro acima do nível normal.

 

Os municípios banhados pelos rios Uruguai, Jacuí e Taquari também estão prontidão. Em São Sebastião do Caí, a medição indicou que o nível do rio Caí está próximo de sua cota de alerta, e o trabalho de remoção das comunidades ribeirinhas já começou.

 

Ajuda

 

O governo do Estado já enviou 43.790 itens, entre telhas, kits de forros de cama, cestas básicas e kits de limpeza. No total, o governo gaúcho enviou para 18 municípios 1,9 mil kits de forros de cama (colchão, travesseiro, cobertor, toalha de banho e mosquiteiro), 2.870 cestas básicas, 13,4 mil telhas de 4 mm, 25 mil telhas de 6 mm e 620 kits de limpeza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.