Ruas de São Paulo ganharão 203 painéis eletrônicos

Duzentos e três painéis eletrônicos que mostrarão informações sobre o trânsito paulistano ganharão as ruas da capital até o fim de 2008. A compra foi anunciada pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e faz parte da nova estratégia de regionalizar as medições dos índices de congestionamento. O novo modelo vai monitorar as lentidões na cidade que começa a valer na próxima semana.Os painéis, segundo a CET, irão exibir as informações diferenciadas por área da Cidade e serão instalados em pontos estratégicos. Ainda no primeiro semestre deste ano, deve ser preparada e lançada a licitação para a compra dos 50 primeiros painéis. Cada painel deve custar entre R$ 100 mil a R$ 150 mil. O orçamento para a compra dos equipamentos está reservado.Atualmente, existem três painéis experimentais em teste, cujo desempenho foi aprovado pela CET. Um fica na Avenida 23 de Maio, na altura do Viaduto Tutóia, sentido Centro; o segundo está na Avenida dos Bandeirantes, sentido Marginal do Pinheiros; e o terceiro funciona na Marginal do Pinheiros, sentido Interlagos, 200 metros antes da Ponde do Jaguaré.Segundo a CET, os painéis poderão informar, além de vias congestionadas, sobre acidentes de trânsito e rotas alternativas.Medição regionalizadaPara a medição regionalizada do trânsito, que começa a ser divulgada em abril, a CET deve manter o mesmo efetivo atual, de 35 agentes no período da manhã e 35 à tarde, além de utilizar a imagem das câmeras que funcionam - das 160 câmeras, apenas 54 estão em operação. Todo o contingente monitora, no entanto, apenas 560 km de ruas e avenidas, o equivalente a 3,2% da extensão de 17,2 mil km de vias.Os agentes de trânsito estarão munidos com computadores de mão, que poderão se comunicar com a central da CET em tempo real. A companhia destaca que a iniciativa de informar sobre o trânsito em painéis eletrônicos é comum na Europa e Estados Unidos.O presidente da CET, Roberto Scaringella, afirma que a divulgação dos dados regionalizados servirá para que os motoristas que cruzam várias regiões da Capital em um determinado trajeto planejem melhor suas rotas.Lentidão Os agentes da CET continuarão sendo responsáveis pela detecção dos trechos de lentidão nas principais ruas e avenidas da Cidade. Há 70 marronzinhos destacados para essa função, que ficam no topo de prédios e cabines: 35 de manhã e 35 à tarde.A capital será dividida em áreas e, ao receber os dados, a CET divulgará o trânsito regionalizado e o total da cidade. Haverá ainda a criação de um parâmetro de previsão: a CET vai informar ao motorista se o trânsito tende a melhorar ou piorar em certa área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.