Sabesp ficará responsável pela limpeza do lago da Aclimação

A Prefeitura mudou os planos e a limpeza do lago do Parque da Aclimação, zona sul da capital, será feita pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Inicialmente, o serviço ficaria para uma empresa a ser contratada. Em fevereiro, o lago foi esvaziado acidentalmente quase por completo. Segundo laudo feito a pedido da Prefeitura, o vertedouro - que faz o controle do nível do reservatório - se rompeu e a água vazou. A limpeza seria contratada pela Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb) juntamente com a reforma do equipamento e a instalação de outro aparelho. A Sabesp foi escolhida, diz a pasta, porque já trata as águas do lago e, assim, haverá menos interferência no local. Entre os dias 15 e 18, informa a Sabesp, começam os serviços de medição e análise do lodo. O prazo para a conclusão do trabalho é de dois meses.A partir das conclusões será possível saber qual o método a ser adotado para a limpeza e o prazo, diz o superintendente de Novos Negócios da Sabesp, Nilton Seuaciuc. Para o engenheiro, não será preciso fechar o parque nem esvaziar o lago totalmente. "Vai ter algum transtorno. Vamos ver o menor impacto possível." Medições semelhantes estão sendo realizadas no Parque do Ibirapuera (zona sul da capital), que também terá o lodo retirado pela Sabesp, diz Seuaciuc. Em 30 de abril, foi dada a ordem para início do mesmo serviço no Parque do Carmo (na zona leste).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.