Sabesp investe R$ 910 mil para despoluir lagos do Horto Florestal

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) começa a operar neste sábado a estação de tratamento do córrego Pedra Branca, principal formador dos três lagos do Parque Alberto Loefgren, mais conhecido como o Horto Florestal de São Paulo. A Sabesp investiu R$ 910 mil na estação, que demorou 12 meses para ser construída.Com ela, a companhia espera recuperar os lagos do Horto, parque que recebe 50 mil pessoas por mês. O sistema adotado é o de flotação, no qual os produtos químicos provocam a aglutinação das partículas, separando-se o lodo e a espuma (composta de partículas em suspensão).A cerimônia de inauguração da estação de tratamento acontecerá às 11h. O secretário estadual de Recursos Hídricos, Saneamento e Obras, Mauro Arce, acionará a estação, na presença do presidente da Sabesp, Ariovaldo Carmignani e de lideranças da comunidade local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.