Sabesp retoma fornecimento suspenso por acidente no Metrô

A Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo (Sabesp) retomou na tarde de domingo a maior parte do fornecimento de água que havia sido suspenso na sexta-feira em função do desabamento ocorrido nas obras da Linha 4-Amarela do Metrô de São Paulo, na rua Capri. Uma rede secundária de água de 75 milímetros próxima ao local do acidente se rompeu na sexta-feira. Em seguida, de acordo com a assessoria de imprensa da Sabesp, a empresa fechou os registros que levavam água até essa rede.Além de suspender a água para a rede que foi rompida na rua Capri, a Sabesp interrompeu também o fornecimento para as ruas Amaro Cavalheiro, Eugênio de Medeiros, Gilberto Sabino, Conselheiro Pereira e Paes Leme. Na tarde de domingo, o fornecimento de água foi retomado nesses locais, com exceção de parte das ruas Capri e Conselheiro Sabino, conforme a assessoria de imprensa da companhia. Nesses trechos, o fornecimento só será reativado após as obras de reconstrução do local do acidente.A Sabesp informou que não possui estimativas sobre os prejuízos causados em decorrência do acidente. Segundo a assessoria da empresa, ainda não foi definido se a companhia solicitará indenização aos responsáveis pela obra somente pelo conserto da rede rompida ou também pelo volume de água que deixou de ser distribuído. Na sede da Sabesp, próxima ao local do desabamento, as atividades não foram interrompidas na sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.