Sacoleiros põem fogo em ônibus na fronteira com o Paraguai

Sacoleiros que retornavam das compras no Paraguai incendiaram um ônibus na madrugada desta segunda-feira, 9, na região oeste do Paraná, em protesto contra a fiscalização rigorosa que a Receita Federal tem feito para inibir o contrabando de mercadorias do país vizinho.O ônibus fazia parte de um comboio com mais 10 veículos, que foram apreendidos. No domingo, um fiscal da Receita foi preso sob acusação de estar desviando produtos apreendidos na Ponte da Amizade, que liga Foz do Iguaçu a Ciudad del Este, no Paraguai.Segundo a Receita Federal, o fiscal, que não teve o nome divulgado, foi denunciado durante a madrugada em razão de atitudes consideradas suspeitas. A Polícia Rodoviária Federal foi contatada para fazer a abordagem de seu carro, quando deixasse o serviço pela manhã. Nesse momento, outros servidores da Receita Federal foram ao local e deram voz de prisão ao colega de trabalho. Dentro do veículo foram vistos 30 aparelhos tocadores de MP3.Quando estavam chegando à delegacia da Polícia Federal, o fiscal conseguiu fugir com o carro e tentou desfazer-se da mercadoria. Quando se apresentou mais tarde, foi realizada uma nova busca e alguns aparelhos ainda estavam no veículo. Ainda de manhã, policiais federais cumpriram mandado de busca e apreensão em sua residência e encontraram peças para computador.A Receita Federal acredita que o fiscal não entregava o documento que serve como recibo para a pessoa que tem as mercadorias apreendidas e acabava se apoderando delas. Além do processo criminal, ele deve responder a inquérito administrativo-disciplinar, que pode resultar na demissão.Como continuidade ao trabalho de combate ao contrabando, equipes da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal, em conjunto com fiscais da Receita, surpreenderam na madrugada 11 ônibus que tinham se desviado da BR-277 e tentavam fazer o trecho entre Foz do Iguaçu e Matelândia por uma estrada vicinal. Alguns motoristas e sacoleiros conseguiram fugir, apesar de os ônibus estarem apreendidos.Houve tumulto e um veículo foi saqueado e incendiado pelos próprios sacoleiros, de acordo com a Receita Federal. Ficou quase todo destruído. Dentro foram encontrados 65 quilos de maconha. Seis pessoas foram detidas e levadas à Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu. Na tarde desta segunda, a Receita ainda estava fazendo o levantamento sobre os produtos contrabandeados que estavam nos ônibus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.