Saem sete indenizações a moradores da região do Metrô

Foram assinados na quinta-feira, 8, sete acordos de indenização entre moradores e representantes do Consórcio Via Amarela, responsável pela construção da Linha 4-Amarela do Metrô. No dia 12 de janeiro, a futura Estação Pinheiros desabou. Sobre as obras, o secretário dos Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella, disse que a prioridade é que elas sejam retomadas o quanto antes. Na quarta-feira, 7, o coordenador de fiscalização de obras do Metrô, Cyro Mourão, afirmou que a fiscalização nas obras do Metrô na Estação Pinheiros era apenas visual. Ele foi o primeiro a prestar depoimento à uma comissão da Assembléia Legislativa de São Paulo formada para apurar as razões do desmoronamento no canteiro de obra do Metrô, cuja construção é de responsabilidade do Consórcio Via Amarela, formado pelas empreiteiras Odebrecht, OAS, Queiroz Galvão, Camargo Correa e Andrade Gutierrez.

Agencia Estado,

09 Fevereiro 2007 | 09h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.