Sai primeiro acordo de indenização do acidente com o Learjet em SP

Avião caiu sobre três casas na zona norte, segundos após decolar do Campo de Marte; oito pessoas morreram

Rodrigo Pereira, O Estadao de S.Paulo

30 Novembro 2007 | 00h00

Foi fechado ontem à tarde o primeiro acordo de indenização de vítimas do acidente com o Learjet, que aconteceu na Casa Verde, zona norte de São Paulo, no dia 4 deste mês. O casal Marlene e Adail Alves Rocha, de 67 e 77 anos respectivamente, e o filho deles, Carlos, foram representados pela Defensoria Pública no processo. Os valores não foram revelados. A família Rocha era vizinha do imóvel destruído pela aeronave, que caiu logo após decolar do Aeroporto do Campo de Marte, na Rua Bernardino de Sena, matando oito pessoas - seis de uma mesma família, além do piloto e do co-piloto do Learjet. A audiência de conciliação foi realizada na Secretaria de Justiça com representantes da Reali Táxi Aéreo, responsável pelo Learjet, e da seguradora Unibanco/AIG. "A família teve parte da casa destruída e receberá integralmente os valores por danos materiais e morais", disse o defensor público Vitore Maximiano. Ele explicou que a Defensoria já conversou com a seguradora e a empresa sobre outras duas famílias e novos acordos podem sair já na próxima semana. "Esse caso servirá de parâmetro para os outros. As negociações estão bastante avançadas, mas cada um tem sua particularidade, pequenas pendências, como o valor do dano moral, nova vistoria para bens móveis e o período que ainda precisam de atendimento médico." A delegada da 4ª Seccional, Elisabete Sato, que investiga a responsabilidade criminal do acidente, disse que a fase de oitivas "está praticamente concluída" e na próxima semana encaminha o inquérito à Justiça e pede prorrogação das investigações. Ela contou que ainda não recebeu a resposta da Anac sobre os mecânicos que fizeram a última manutenção da aeronave. "Agora faltam as diligências, mas isso quem faz é a Aeronáutica."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.