Sai primeiro acordo de indenização do acidente com o Learjet em SP

Avião caiu sobre três casas na zona norte, segundos após decolar do Campo de Marte; oito pessoas morreram

Rodrigo Pereira, O Estadao de S.Paulo

30 Novembro 2007 | 00h00

Foi fechado ontem à tarde o primeiro acordo de indenização de vítimas do acidente com o Learjet, que aconteceu na Casa Verde, zona norte de São Paulo, no dia 4 deste mês. O casal Marlene e Adail Alves Rocha, de 67 e 77 anos respectivamente, e o filho deles, Carlos, foram representados pela Defensoria Pública no processo. Os valores não foram revelados.A família Rocha era vizinha do imóvel destruído pela aeronave, que caiu logo após decolar do Aeroporto do Campo de Marte, na Rua Bernardino de Sena, matando oito pessoas - seis de uma mesma família, além do piloto e do co-piloto do Learjet. A audiência de conciliação foi realizada na Secretaria de Justiça com representantes da Reali Táxi Aéreo, responsável pelo Learjet, e da seguradora Unibanco/AIG."A família teve parte da casa destruída e receberá integralmente os valores por danos materiais e morais", disse o defensor público Vitore Maximiano. Ele explicou que a Defensoria já conversou com a seguradora e a empresa sobre outras duas famílias e novos acordos podem sair já na próxima semana. "Esse caso servirá de parâmetro para os outros. As negociações estão bastante avançadas, mas cada um tem sua particularidade, pequenas pendências, como o valor do dano moral, nova vistoria para bens móveis e o período que ainda precisam de atendimento médico."A delegada da 4ª Seccional, Elisabete Sato, que investiga a responsabilidade criminal do acidente, disse que a fase de oitivas "está praticamente concluída" e na próxima semana encaminha o inquérito à Justiça e pede prorrogação das investigações. Ela contou que ainda não recebeu a resposta da Anac sobre os mecânicos que fizeram a última manutenção da aeronave. "Agora faltam as diligências, mas isso quem faz é a Aeronáutica."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.