Saída para o feriado causa lentidão na capital e nas rodovias

A saída dos paulistanos para o o feriado do aniversário de 453 anos da cidade complicava o trânsito na capital e pelas principais rodovias no início desta noite. Às 18h30, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou 106 quilômetros de congestionamento às 18h30, índice bem acima da média para o horário, que é de 74 quilômetros. De acordo com a CET, no mesmo horário, o pior trecho estava no Corredor Norte-Sul, formado pela avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães, em direção ao Aeroporto de Congonhas, onde o engarrafamento era de sete quilômetros, desde a Rua Ribeiro de Lima até o Viaduto Euclides Figueiredo.Na pista expressa da Marginal do Tietê, sentido Lapa-Penha, a lentidão era de 5,5 quilômetros, entre as pontes Bandeirantes e Limão. Já na Avenida dos Bandeirantes, rumo à Rodovia dos Imigrantes, o trânsito estava carregado por 3,5 quilômetros, desde a Marginal do pinheiros até as proximidades do Viaduto João Julião da Costa Aguiar.RodoviasO tráfego no Sistema Anchieta-Imigrantes, que dá acesso ao litoral de São Paulo, começou a ficar intenso no final da tarde . Na última hora, cerca de seis mil veículos usaram as rodovias do sistema rumo à Baixada Santista, litoral de São Paulo. Está em operação o esquema normal cinco por cinco, e a visibilidade é boa. A Ecovias, que administra as vias, prevê que até 380 mil veículos deixem a Capital no feriado de 25 de janeiro. Em outras rodovias de acesso a São Paulo já eram registrados pontos de tráfego pesado. Na Castelo Branco havia dois pontos de congestionamento devido ao excesso de veículos: do km 13 ao 16, no sentido capital; e do km 22 ao 25, para quem seguia para o interior. As Rodovias Anhangüera e Bandeirantes também tinham tráfego intenso na chegada a capital. Na primeira, o motorista enfrentava um quilômetro com paradas. A segunda registrava três quilômetros de congestionamento. A Rodovia Presidente Dutra também apresentava lentidão, na pista marginal, no trecho que ia do km 219 ao 221, região de Guarulhos. O movimento era tranqüilo, sem registro de acidentes graves, no Rodoanel Mário Covas e nas Rodovias Ayrton Senna, Castelo Branco, Dom Pedro I e Tamoios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.