Saldar dívidas com fornecedores será a prioridade de Capiberibe a partir da posse

AMAPÁ

, O Estado de S.Paulo

02 Novembro 2010 | 00h00

O governador eleito do Amapá, Camilo Capiberibe (PSB), afirmou ontem que seu grande desafio será saldar as dívidas que o Estado tem com fornecedores e prestadores de serviço, entre outros débitos. Também são prioridades abastecer de medicamentos a rede pública de saúde, regionalizar a merenda escolar e dar um notebook para cada professor no primeiro ano de seu governo, além de promover concursos públicos.

Capiberibe tem urgência em começar a transição porque a situação do Estado "é uma incógnita". A expectativa é que até amanhã ele seja recebido pelo governador Pedro Paulo Dias (PP).

O governador eleito afirmou que a Operação Mãos Limpas, pela qual a Polícia Federal prendeu Dias e o ex-governador Waldez Góes, entre outros políticos, foi fundamental para sua eleição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.