Sambista assassinado será enterrado à tarde em SP

O corpo do diretor de Relações Públicas da Escola de Samba Unidos da Vila Maria, Eriverto Sabino França, de 40anos, assassinado ontem à tarde, está sendo velado na quadra da escola , na zona norte da cidade, e será enterrado às 17h, no Cemitério de Vila Formosa, zona leste. Eriverto foi baleado por volta das 16h de ontem, segundo a Agência Brasil após uma tentativa de recuperar o aparelho celular que fora roubado há uma semana de uma de suas filhas. Ele teria se atracado com um homem de nome Leandro que reagiu ao ser intimidado para que, juntos, fossem até a casa do suposto ladrão. Na briga, o sambista foi atingido por cinco disparos. Apesar da tristeza que tomou conta da escola, a diretoria promete que a agremiação vai brilhar no próximo Carnaval. A Unidos da Vila Maria, com seus 4 mil integrantes, comemorou seus 50 anos de fundação, no último dia 10, com show de Lecy Brandão e de outros grandes nomes do samba . A exemplo das demais escolas paulistas prestará homenagem ao aniversário da cidade, levando para a pista do sambódromo do Anhembi, o tema "São Paulo 450 anos no coração do Brasil. Parabéns pr?a você".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.