Sambódromo de SP vai virar arena de shows

Em três meses, São Paulo terá sua primeira arena para shows e grandes eventos esportivos. Começa hoje a obra para construir, na concentração do sambódromo do Anhembi, na zona Norte, um espaço para 38 mil espectadores de pé, com camarotes, camarins e bilheterias. "Existe uma carência na Cidade de locais assim e esses eventos acabam sendo realizados nos estádios, que têm exigências como proteção do gramado e poucas datas. Esse espaço deve reduzir o custo dos produtores e é provável que os ingressos também fiquem mais baratos", disse o presidente da Anhembi Turismo e Eventos, Celso Marcondes. "Neste ano, por exemplo, o show do Iron Maiden ou de homenagem ao Ayrton Senna poderiam ser feitos na arena." O projeto foi elaborado no início da gestão de Marcondes, em 2003, para aproveitar o sambódromo além do carnaval. Daí surgiram idéias como usar o local para o Skol Beats e o Video Music Awards, da MTV, além de eventos esportivos. No ano passado, a passarela do samba viu o piloto da Fórmula 1 Juan Pablo Montoya e sua Williams. "Poderemos ter shows musicais, mas também montar quadras de tênis, vôlei ou uma pista de skate." Quando não houver shows, a arena funcionará como estacionamento do Parque Anhembi, somando 13 mil vagas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.