Santa Catarina tem ao menos sete novos ataques em mais uma noite violenta

Onda de incêndios a ônibus e atentados contra a polícia começou na segunda-feira no Estado; 30 foram presos até a manhã de quinta

16 Novembro 2012 | 09h20

SÃO PAULO - No sexto dia seguido de violência, Santa Catarina registrou ao menos sete novos ataques entre a noite de quinta-feira, 15, e a madrugada desta sexta-feira,16. Os casos aconteceram em Florianópolis, São José, Tijucas, Criciúma, Navegantes e Itapema, informou o jornal Diário Catarinense.

Cinco ônibus e um carro foram queimados, além de uma fábrica de cordas, em Navegantes, onde testemunhas disseram à polícia ter visto um grupo de dez homens carregando galões perto do local. 

Em Tijucas, dois suspeitos foram mortos pela Polícia Militar por volta das 23h de quinta-feira após uma troca de tiros, de acordo com o Diário. Eles estariam planejando o assassinato de policiais, em resposta à morte de um criminoso em Itapema na quarta-feira.

Em Criciúma, um homem foi baleado e três adolescentes foram detidos após mais uma troca de tiros, no bairro de Tereza Cristina. O confronto teria começado depois que uma viatura da PM foi alvejada.

Prisões. Até a manhã de quinta-feira, 30 prisões de pessoas supostamente envolvidas nos ataques haviam sido feitas no Estado, de acordo com balanço oficial da Polícia Militar.

Mais conteúdo sobre:
santa catarinaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.