Santa Catarina terá mutirão para emissão de documentos

Projeto começa nesta quarta-feira pela cidade de Blumenau, uma das mais afetadas de todo o Estado

Agência Brasil,

02 de dezembro de 2008 | 19h40

O governo do Estado de Santa Catarina realiza a partir desta quarta-feira, 3, mutirões nos municípios afetados pelas chuvas para emitir a segunda via da carteira de identidade dos cidadãos que ficaram sem seus documentos depois da tragédia. O primeiro município a receber o mutirão será Blumenau, uma das cidades mais atingidas.   Veja também: Mais de 5,5 mil imóveis continuam sem luz Situação de solo não mudou em SC, diz IPT Desvio é feito na principal ligação entre PR e SC Como ajudar as vítimas das chuvas em SC IML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas       A iniciativa é do Instituto Geral de Perícia (IGP) da Secretaria de Segurança de Santa Catarina. Segundo Maria da Graça Perico, papiloscopista responsável pelas ações de cidadania do IGP, a documentação é fundamental, tanto para que as pessoas retomem sua rotina, quanto para que possam ser incluídas em programas de auxílio à vítimas.   Uma equipe de 13 pessoas vai trabalhar na coletar dados e impressões digitais dos cidadãos para entregar os documentos no menor prazo possível. "Nossa equipe vai fazer todos os registros manualmente, depois levaremos para Florianópolis para digitalizar os dados. Normalmente, o prazo para a entrega da carteira de identidade é 10 dias. Nós vamos tentar antecipar para 2 ou 3 dias", informou a papiloscopista.   Ela explicou que, em situações normais, é necessário apresentar certidão de nascimento ou de casamento, além de duas fotos 3x4, para encaminhar a segunda via da carteira de identidade, mas devido à situação de emergência, o IGP está buscando formas de contornar a falta dos documentos, como incluir os cartórios das cidades no mutirões para que providenciem a segunda via das certidões.   "Muita gente perdeu tudo. Sabemos que nem todo mundo tem a certidão de nascimento em mãos. Foi uma coisa descomunal [as chuvas de Santa Catarina], a gente não sabe mais o que fazer para ajudar essa população ", afirmou.   Em Blumenau, o mutirão será realizado de 9 às 18 horas, na Secretaria Distrital do Garcia. Também amanhã serão definidos os próximos municípios em que a iniciativa será desenvolvida. "Estamos decidindo com as prefeituras, a Polícia Civil e a Defesa Civil dos municípios. Vamos dar prioridade às áreas mais atingidas", disse Maria da Graça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.