Santos Dumont poderá ser multado por permitir pouso da Azul

Governo do Rio alega ser necessário um novo licenciamento ambiental para a ampliação de voos no terminal

AE

21 de março de 2009 | 06h51

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente do Rio de Janeiro informou, na noite de sexta-feira, após o pouso do voo 4018, da Azul Linhas Aéreas, no Aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio, que na próxima segunda-feira, vai anunciar as "medidas cabíveis" contra a Infraero.

 

Uma equipe do Instituto Estadual do Ambiente comprovou o pouso e acompanhou o desembarque. A Secretaria já havia alertado que se o avião pousasse no aeroporto, o Santos Dumont poderia ser multado em até R$ 1 milhão e inclusive ser interditado.

 

O órgão alega que há necessidade de um novo licenciamento ambiental para a ampliação de voos no terminal. A notificação feita à Infraero alerta que o Santos-Dumont só poderá ampliar o número de voos se tiver um novo licenciamento ambiental.

 

A empresa aérea Azul já tinha marcado para esta sexta-feira o início das operações no aeroporto. O novo trecho sai de Campinas, no estado de São Paulo, para o Rio. O presidente da Azul Linhas Aéreas, Paulo Janot, disse que há três voos programados para este fim de semana no Santos Dumont. Segundo ele, todas as viagens estão confirmadas até que haja uma nova ordem e enfatizou a importância do novo trajeto.

Tudo o que sabemos sobre:
AZULSANTOS DUMONT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.