Santos homenageia imigração japonesa com escultura

Tomie Ohtake e o príncipe japonês, Naruhito, estarão presentes na inauguração do monumento

Agência Estado

21 de junho de 2008 | 11h26

A artista plástica Tomie Ohtake, 94 anos, chegou por volta das 10h30 deste sábado, 21, ao Emissário Submarino, na Praia José Menino, foi inaugurada sua escultura em homenagem ao centenário da imigração japonesa, que contou com a presença do príncipe herdeiro do Japão, Naruhito, que deve chegou ao local por volta das 11h20. A escultura, que tem 15 metros de altura e pesa 100 toneladas, é feita de aço e fica em cima do pier do Emissário Submarino.  Naruhito Dentro das comemorações do Centenário da Imigração Japonesa, completado na última quarta-feira, 18, o príncipe Nahurito mais uma vez quebrou o protocolo em sua visita a Santos. Nahurito foi recebido com festa por cerca de 100 convidados que acompanharam a inauguração da nova sede da Associação Japonesa de Santos. O prédio abrigou a antiga escola da colônia e foi restaurado este ano com verbas doadas pelo governo japonês. A festa foi marcada pela apresentação de um grupo de crianças flautistas que tocou o hino do Japão. O príncipe japonês cumprimentou e acenou para os moradores do bairro que aguardavam sua chegada e cumprimentou várias pessoas que compareceram à solenidade à qual chegou com sete minutos de atraso.  Na seqüência, Nahurito e sua comitiva foram escoltados pelas polícias Militar e Federal até o emissário submarino, na praia do José Menino, onde foi recebido pelo prefeito João Paulo Tavares Papa (PMDB) e diversas autoridades. No local, foi inaugurada uma escultura em aço com 15 metros de altura criada pela artista Tomie Ohtake. Presente à solenidade, a artista de 94 anos conversou diversas vezes com o príncipe, que segundo ela elogiou a escultura e lhe desejou saúde.  Saindo do emissário, o príncipe seguiu para o clube Estrela de Outro, na Ponta da Praia, onde almoçou com cerca de 20 pessoas, entre autoridades municipais, diplomatas, imigrantes e sua comitiva. No cardápio, tempurá, camarão e meca grelhada. Segundo o prefeito de Santos, ao receber as frutas servidas como sobremesa, o príncipe herdeiro não reconheceu a carambola, ao ver a fruta cortada em formato de estrela, o prefeito então pediu que um garçom trouxesse a fruta inteira da cozinha, para apresenta-la a Nahurito. Em seu último compromisso em Santos, Nahurito chegou exatamente às 13h30 ao armazém 14 do Porto de Santos, como previa sua agenda. Foi nesse cais que o navio Kasato Maru atracou em 18 de junho de 1908, trazendo os primeiros imigrantes japoneses. Na entrada do armazém, o príncipe herdeiro depositou flores aos pés do monumento recém-inaugurado com os nomes das primeiras famílias japonesas a desembarcarem no País. Nahurito também caminhou até a beira do cais, de onde acenou e sorriu para os jornalistas, que gritavam seu nome. Visita ao Brasil O príncipe herdeiro do trono japonês, Naruhito, surpreendeu na sexta-feira, 20, durante as celebrações da Imigração Japonesa ao discursar em português, na visita à Faculdade de Direito de São Paulo, no Largo do São Francisco. Em discurso de cerca de 3 minutos, ele agradeceu pela "calorosa recepção na universidade mais conceituada do Brasil" e que espera "poder contribuir para o fortalecimento e desenvolvimento das relações entre os dois povos". Antes de chegar ao Largo do São Francisco, o príncipe visitou as exposições do Museu da Imigração Japonesa, na Liberdade, que possui cerca de 5 mil objetos, 28 mil documentos escritos e 10 mil fotos relacionadas aos imigrantes. Na visita, o príncipe fez uma doação - de valor não divulgado - à Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, cuja sede fica no mesmo prédio. Nesta tarde, o príncipe visita o Parque do Carmo, em Itaquera na zona leste, e se encontra com representantes da comunidade nipo-brasileira e japoneses residentes em São Paulo, no hotel Gran Meliá Mofarrej, na Alameda Santos. Atualizada às 12h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.