Santos restaura bonde turístico

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos está concluindo a restauração do segundo bonde turístico, do tipo camarão, todo fechado, que começa a circular pelo centro da cidade a partir do dia 26, quando Santos comemora 456 anos. O veículo, similar aos que trafegavam na década de 50, fará o itinerário do bonde mais antigo, que é aberto, cobrindo um percurso de pouco mais de um quilômetro. "É mais uma ação que objetiva revitalizar o centro histórico de Santos", afirma a diretora de Turismo, Suely Martinez. Nos 15 meses de funcionamento do bonde, 105 mil pessoas fizeram o passeio com os guias. No fim de fevereiro, o bonde mais antigo vai para a oficina. A intenção da Secretaria de Turismo é manter os dois veículos e ampliar em 800 metros o percurso da linha, que passará pelo Outeiro de Santa Catarina, marco da fundação da cidade. A restauração do bonde camarão é executada há quase um ano nas oficinas da CET. Um estudo com fotos de época foi feito pelos técnicos da empresa para que o veículo apresente as mesmas características do bonde elétrico, que começou a circular na cidade em 1956. Segundo o diretor técnico da CET, Eduardo Di Gregório, um dos motores do bonde aberto será reaproveitado no modelo camarão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.