São onze mortes no naufrágio de escuna no Rio

A Polícia Militar de Cabo Frio contabilizou 11 mortos e 14 feridos no naufrágio de uma escuna de turismo em Cabo Frio, Região dos Lagos no Rio, neste sábado. De acordo com o sargento Cazusa Modesto, a possibilidade de o número de mortos aumentar é grande, pois estão desaparecidas 20 pessoas. A escuna transportava cerca de 40 passageiros, a maioria turistas do interior de São Paulo.O barco estava fazendo um passeio turístico pela ilhas da região, quando nas proximidades da Ilha do Papagaio, a cerca de 500 metros do litoral, aconteceu o naufrágio, por volta das 11h. O policial não soube precisar o motivo do acidente, mas suspeitou das condições do mar, "muito revolto", ou colisão com as pedras. Os 14 feridos foram levados para o Hospital São Cristovão e os corpos para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade. As buscas prosseguem no local.

Agencia Estado,

19 de abril de 2003 | 14h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.