São Paulo ganha Comissão de Direitos Humanos

Pela emenda 21 da Lei Orgânica do Município de São Paulo, foi criada hoje a Comissão Municipal dos Direitos Humanos, que terá a coordenação do vice-prefeito Hélio Bicudo. A comissão, com função fiscalizadora, está ligada ao Poder Executivo e será formada por representantes do poder público e da sociedade civil.De acordo com o autor do projeto, o vereador Ítalo Cardoso (PT), uma das funções principais do grupo será fazer um diagnóstico social da capital. "Uma comissão como essa faz falta em São Paulo, uma cidade com grandes contrastes. Uma atenção específica para essa questão é de fundamental importância, é determinante", disse. "Será um fato transformador na área."Ele afirmou que a comissão ainda não tem verba orçamentária."Vamos ver quais são as necessidades materiais para a implementação e isso será colocado no orçamento para o próximo ano", disse. Mais de 300 entidades participaram da elaboração do projeto, que deverá servir de base para a criação de um Plano Municipal dos Direitos Humanos. Na prática, porém, Cardoso não sabe quando a comissão começará a fazer mudanças. "Só o tempo dirá o que vai mudar na prática."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.