São Paulo registra sexto caso de dengue

A Secretaria de Saúde de São Paulo confirmou hoje mais quatro casos de dengue autóctone (contraída no próprio município). Com isso, sobe para seis o número de pacientes que se infectaram na própria cidade. Os casos importados da doença também aumentaram de forma expressiva. Na segunda-feira, eram 85 e agora, 107."Vivemos uma epidemia em vários pontos do País. São Paulo resistiu, mas agora a doença chegou aqui também", admitiu o secretário municipal de saúde, Eduardo Jorge. Os novos casos autóctones foram detectados após um trabalho da equipe de vigilância sanitária na Vila Espanhola, bairro onde moram dois dos primeiros pacientes da doença.Para Márcia Caraça, diretora do Centro de Epidemiologia, Pesquisa e Informação (Cepi) da Secretaria Municipal de Saúde, o aumento de casos autóctones já era esperado. "Fizemos uma busca nas casas próximas da primeira vítima e era certo encontrar mais alguns pacientes." Ela acredita que, na próxima semana, o número possa subir ainda mais, pois a doença pode se manifestar alguns dias após a picada do mosquito Aedes aegypti. Como o trabalho de erradicação do mosquito foi feito há menos de uma semana, ela acredita que os casos estejam controlados dentro de 15 dias.Eduardo Jorge afirmou que o trabalho de erradicação de mosquito da dengue e de informação aos moradores da cidade foi intensificado. Segundo ele, os pacientes que contraíram a doença na própria cidade estão passando bem.No sábado, será feito um mutirão para coleta de material que possa servir de local de criadouro para o mosquito transmissor da dengue. "É preciso que toda a população contribua e se conscientize de que a doença não é uma ameaça distante, é uma realidade."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.